• (+244) (+244) 920 120 291
  • acite@acite.ao
  • Mapa do site
Academia De Ciências
Sociais E Tecnologias

Notícias



imagem

Resumo das três últimas obras lançadas na ACITE

A Academia de Ciências Sociais e Tecnologias tem investido no processo de promoção e divulgação de obras científicas. Acompanhe o resumo das três últimas obras lançadas na ACITE e conheça um pouco mais de cada uma delas:

O TRÁFICO DE ARMAS LIGEIRAS IMPLICAÇÕES PARA A PAZ E A SEGURANÇA NA REGIÃO DOS GRANDES LAGOS


A obra intitulada O TRÁFICO DE ARMAS LIGEIRAS IMPLICAÇÕES PARA A PAZ E A SEGURANÇA NA REGIÃO DOS GRANDES LAGOS, da autoria de José Luís Caetano Higino de Sousa “Zé Grande”, analisa as implicações do tráfico de armas ligeiras e de pequeno calibre sobre a paz e a segurança na região da CIRGL.

É um estudo que emprega o método científico, com recurso ao modelo hipotético-dedutivo, para encontrar resposta ao problema em análise, consubstanciado na questão central da pesquisa que é, quais são as implicações do trafico de armas ligeiras e de pequeno calibre para a paz e segurança na Região dos Grandes Lagos?

A mesma está organizada em quatro partes, sendo que na primeira o autor faz uma abordagem sobre os conceitos de Segurança, defesa, crise e conflitos, bem como as questões relacionadas com a conflitualidade em África, assim como a porosidade das fronteiras;

Na segunda parte, o autor analisa a segurança e o multilateralismo em África, considerando as especificidades dos processos de integração regional, com destaque para a Arquitectura de Paz e Segurança Africana;

Na terceira parte, identificam-se a natureza das novas ameaças e, na quarta e última parte, o autor descreve as razões que estão na origem do trafico de armas, a sua natureza, problemática e prevenção.

O autor considera na obra que, no contexto actual, apesar da estabilidade política que se vive em alguns Estados da Região dos Grandes Lagos (RGL), como Angola, Ruanda, Burundi e Uganda, a prevalência da pobreza e o aumento da desigualdade social, constituem ainda um risco para a eclosão de conflitos internos. Esclarecendo que o tráfico de armas ligeiras agudiza os conflitos na região que se revelam perniciosos para a estabilidade dos Estados, que têm fronteira terrestre e fluvial com os que, na actualidade no epicentro da violência e volatilidade nomeadamente a República Democrática do Congo, República Centro Africana e Sudão do Sul.

Por último, a obra apresenta algumas recomendações no sentido da definição de estratégicas para conter a circulação de armas ligeiras e de pequeno calibre bem como para incentivar a cooperação regional no sentido de promover a estabilidade.




TEORIA DE ESTRATÉGIA, CONCEITOS, PROCESSO E MODELOS DE INTERACÇÃO


Ao olharmos para a obra intitulada TEORIA DE ESTRATÉGIA, CONCEITOS, PROCESSO E MODELOS DE INTERACÇÃO, da autoria de António Silva Ribeiro e Miguel Domingos Bembe, nota-se uma preocupação com o incremento das acções estratégicas indirectas dos Estados na segunda metade do seculo XX que, segundo os autores, contribuiu decisivamente para o desenvolvimento da fronteira intangível entre o que, tradicionalmente, se designa por estado de paz e estado de guerra.

Esta obra preocupa-se com as origens e com os fundamentos do pensamento estratégico, discorrendo o seu processo de evolução, desde os conceitos clássicos até a actualidade fruto das diferentes formações que os autores possuem em Arte e Ciência Militar, Ciência Politica e Estratégia, combinadas com as suas alargadas experiências profissionais e o conhecimento adquirido ao longo dos anos em que se dedicaram e dedicam a este campo do saber.

Esta célebre obra aborda as temáticas relacionadas com a noção clássica de defesa nacional, estado de paz e estado de guerra, partindo de três dimensões fundamentais sobre:

  • Qual é o conteúdo do conceito de estratégia como processo?
  • Quais são os elementos essenciais do processo estratégico?
  • Quais são as características básicas da interacção estratégica?

A obra demonstra que estas são questões bastante pertinentes que os autores inteligentemente souberam responder evitando a vulgaridade intelectual. A obra é composta por quatro capítulos que se debruçam sobre a identificação, o debate e o desenvolvimento dos conceitos operacionais do processo estratégico. o capítulo um remete o leitor à estruturação do desenvolvimento da actividade mental do homem, ao abordar as origens e os fundamentos do pensamento estratégico.

O capítulo dois apresenta o conceito de estratégia como processo, debatendo os seus componentes e descrevendo as relações com os conceitos de segurança nacional e de defesa nacional. O capítulo três demonstra os elementos essenciais para o processo estratégico, a modalidade de acção, os factores de decisão, os níveis de decisão e execução. E finalmente o quarto capítulo desenvolve o processo estratégico..




METODOLOGIA, MÉTODOS E TÉCNICAS DE INVESTIGAÇÃO: CONCEITOS, MODELOS E PRÁTICAS


A obra intitulada, METODOLOGIA, MÉTODOS E TÉCNICAS DE INVESTIGAÇÃO: CONCEITOS, MODELOS E PRÁTICAS, da autoria de Bibiana Cateco Gomes ajuda à desmistificação de tudo o que envolve uma pesquisa científica, fornecendo as ferramentas para fazer a investigação de forma correcta, causando-lhe menor stress e trazendo maior eficácia ao gerir uma investigação, transformando o processo numa forma metódica, segura e virada para o sucesso, quer estejamos a elaborar um relatório, uma monografia, uma tese ou um livro.

A obra permite que se faça um acompanhamento passo a passo às orientações práticas que se lhe apresentam. O livro exibe uma estrutura estratégica, dinâmica e interactiva que interessa o leitor, sobretudo, aos professores de Metodologia de Investigação, aos investigadores e estudantes do Ensino Superior nas suas abordagens essenciais, isto é, nas construções qualitativas, quantitativas ou mista. Com sete capítulos, a obra expões no capítulo I a introdução às noções básicas de metodologia de investigação, no capítulo II as noções de conhecimento, método e questões éticas.

No capítulo III apresenta os tipos de estudo numa investigação em Ciências Sociais e Humanas.

Na mesma perspectiva, esmiúça no capítulo IV a composição dos projectos de investigação e as suas formas de operacionalização; sendo que no capítulo V descreve a abordagem quantitativa e as formas da sua operacionalização. Na secção VI apresenta a abordagem qualitativa e as formas da sua operacionalização e finalmente no capítulo VII estão expostos os documentos e as Normas mais usuais na elaboração e formatação de trabalhos académicos. .

É, portanto, uma obra com muitas novidades, na medida em que permite ao leitor saber que, ao falar de pergunta de partida, pergunta de investigação ou problema de investigação, está a referir-se à mesma situação. .

Finalmente, esta obra, apresenta um modelo inovador, que permite formular a pergunta de partida por meio de sete procedimentos, com sete verbos importantes para a investigação científica: ter, definir, verificar, inserir, acrescentar, transformar e confirmar (TDVIATC). O livro demonstra porque é que a pergunta de investigação deve estar directamente vinculada ao seu tema, ou seja, o tema é o problema de investigação. Por isso, precisa-se de transformar o tema em pergunta, seguindo o modelo deste livro. .




As obras podem ser adquiridas nos Serviços Editorias e Biblioteca da ACITE, através dos seguintes contactos:

Secretaria Académica (+244) 934 200 824;
Email: dseb@acite.ao


© 2018 Copyright Acite Academia de Ciências Sociais e Tecnologias. Todos os direitos reservados